Caracteristicas


Olhos:Profundos, protegido pelas pálpebras pretas e de forma amendoada fazem com que o efeito do brilho da neve seja reduzido, facilitando seus afazeres de caça, pastoreio e trenó durante os longos períodos de frio intenso na Sibéria.

Pés: Como se fossem raquetes de neve, têm os dedos estendido para fora com uma quantidade muito densa de pêlo entre as almofadas dos dedos. Essa característica ajuda a prevenir o acúmulo de gelo na região, evitando uma possível dificuldade de locomoção em regiões gélidas, já que este pêlo colabora para que o cão tenha a tração necessária em superfícies escorregadias. Esta é a única região que possui algum odor, servindo, na verdade, para ajudar a trilhar e demarcar o caminho percorrido.

Cauda: Curvada, mantendo o quadril aquecido, também serve para cobrir o focinho durante as nevascas e o tempo muito frio, o que faz com que adquira uma função de um pré-filtro, aquecendo e umidificando o ar durante o movimento inspiratório.

Ossatura: Sua caixa torácica é larga, demonstrando a grande capacidade pulmonar da raça; seu peito em forma de “V” indica o suporte necessário para sua forte musculatura; seu esqueleto, muito mais pesado do que o habitual para um cão do mesmo porte, dá possibilidade para que ele tenha força para locomover cargas pesadas, sendo ágil e rápido, ao mesmo tempo.

©2018 Catia Souza- Todos Direitos Reservados.